A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Greve durante Jogos Olímpicos promete criar caos nos aeroportos britânicos

Greve durante Jogos Olímpicos promete criar caos nos aeroportos britânicos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Injustificada. É desta forma que o chefe de governo britânico classifica a greve dos oficiais de controlo de passaportes durante os Jogos Olímpicos de Londres.

A União de Serviços Públicos e Comerciais que representa 6000 agentes de postos fronteiriços justifica a medida com a redução de salários e o despedimento de trabalhadores.

O ministro da Imigração diz que “apenas um em cada 10 membros do sindicato votou a favor da greve. Por isso, vai ser horrível se a paralisação for para frente” afirma Damian Green.

A maioria dos trabalhadores defende outro tipo de ações de luta. Certo é que o pré-aviso de greve já foi entregue.

A União de Serviços Públicos e Comerciais vai tornar público, ainda, hoje os dias da paralisação que prometem criar o caos nos aeroportos britânicos.

Aos passageiros que se deslocarem a Londres durante os Jogos Olímpicos vai ser exigida uma boa dose de paciência já que a greve pode provocar atrasos de quatro horas.

O tempo de espera pode aumentar no aeroporto de Heathrow, que conta receber 120 mil passageiros por dia.