A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Moscovo e Pequim voltam a bloquear resolução da ONU contra Damasco

Moscovo e Pequim voltam a bloquear resolução da ONU contra Damasco
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia e a China vetaram uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra Damasco, patrocinada pelo Ocidente.

O texto ameaçava a Síria com sanções se o regime não interrompesse o uso de armas pesadas e não retirasse o Exército das zonas urbanas sírias no prazo de dez dias.

É a terceira vez que a Rússia, aliado chave do regime de Bashar al-Assad, e a China usam o direito de veto no Conselho de Segurança para bloquear a adopção de resoluções contra a Síria.

O embaixador britânico nas Nações Unidas acusou ou dois países de “porem os seus interesses nacionais à frente das vidas de milhões de sírios”.