A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Portugal regista segunda maior contração do PIB da zona euro

Portugal regista segunda maior contração do PIB da zona euro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A economia europeia contraiu no segundo trimestre, aumentado a pressão sobre o Banco Central Europeu e fazendo recear um final de ano difícil.

Entre abril e junho, a zona euro contraiu 0,2%. Em Portugal a contração foi de 1,2% face ao trimestre precedente, a segunda maior queda do grupo, só superada pelos 6,2% da Grécia. A França estagnou e apenas a Alemanha, Áustria e Holanda continuam a crescer, embora ligeiramente.

Berlim regista um crescimento de 0,3%, acima das previsões, graças ao consumo interno e às exportações para fora da União Europeia. Mas o motor da economia da zona euro dá sinais de contágio da crise e de desaceleração.

O índice de confiança caiu em agosto pelo quarto mês consecutivo e teme-se uma contração a partir do verão.

Em Portugal, a economia registou a maior queda em três anos.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o PIB recuou, em termos anuais, 3,3%, devido a uma desaceleração das exportações e uma nova queda do consumo. Os números superam as previsões do governo para o ano inteiro.

A semanas do regresso da “troika” para nova avaliação, regista-se também uma nova subida do desemprego no segundo trimestre. A taxa atinge o valor recorde de 15%.