A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Pussy Riot: apoiantes na catedral de Moscovo

Pussy Riot: apoiantes na catedral de Moscovo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apoiantes da banda Pussy Riot protestaram hoje em frente à catedral de Moscovo.

A polícia agiu rápida e agressivamente para dispersar os manifestantes. Pelo menos quatro pessoas foram afastadas do local pelas forças de segurança.

As três integrantes da banda punk aguardam julgamento por irreverência e o veredicto será conhecido na próxima sexta-feira.

As acusadas estão detidas depois de terem invadido a igreja ortodoxa e enfrentam uma pena até 3 anos de prisão.

Em fevereiro, As Pussy Riot cantaram uma “oração punk” no altar da Catedral do Cristo Salvador. Uma forma de protesto contra Vladimir Putin, e ao apoio da igreja ortodoxa ao então primeiro-ministro russo.