Última hora

Iraque vive jornada sangrenta com ataques em várias cidades

Iraque vive jornada sangrenta com ataques em várias cidades
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de um mês de julho sangrento, o Iraque volta a viver uma vaga de atentados. Ao todo, estimam-se cerca de vinte mortos e mais de cem feridos, nos diversos ataques que ocorreram esta quinta-feira.

Em Kirkuk, o rebentamento de quatro viaturas armadilhadas lançou o caos. Uma testemunha relata que alertou as autoridades para um veículo que parecia abandonado. Aparentemente, o alerta foi ignorado e, pouco depois, o carro explodia, matando duas pessoas e ferindo outra.

Em Fallujah, vários polícias foram alvejados numa barreira de segurança. Bagdad foi outra das cidades abaladas por esta série de investidas.

Só no mês passado registaram-se mais de 300 vítimas mortais, em atentados diversos, o que constitui o balanço mais grave desde agosto de 2010. O regresso da violência desta dimensão ao território é associado aos movimentos sunitas que estarão a tentar desestabilizar o atual governo, liderado pelo primeiro-ministro xiita Nouri al-Maliki. Uma organização chamada Estado Islâmico do Iraque tem reinvindicado grande parte dos ataques.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.