Última hora

Samsung alimenta guerra no setor das "tablets"

Samsung alimenta guerra no setor das "tablets"
Tamanho do texto Aa Aa

Há mais um modelo na guerra dos “tablets”. A Samsung lançou nos Estados Unidos, Reino Unido e Coreia do Sul o Galaxy Note 10.1 polegadas. O modelo permite usar várias aplicações em simultâneo e tem integrada uma caneta ótica.

O fabricante tecnológico sul-coreano quer fazer concorrência ao iPad, da Apple, atual líder de mercado.

Um jovem cliente diz: “Se o iPad tivesse a função telefone não compraria o novo modelo Samsung”.

No primeiro semestre, a Apple vendeu quase 29 milhões de “tablets”, contra pouco 4,4 milhões da Samsung.

As duas empresas levam a cabo uma guerra judicial, por causa de alegada violação de patentes. A justiça norte-americana ordenou nova conciliação, antes de começar a deliberar na próxima semana.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.