Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Pussy Riot condenadas a 2 anos de prisão

Pussy Riot condenadas a 2 anos de prisão
Tamanho do texto Aa Aa

As três jovens do grupo ‘punk’ russo Pussy Riot foram condenadas a 2 anos de prisão.

Nadezhda Tolokonnikova, 22 anos, Maria Alyokhina, 24 anos, e Yekaterina Samutsevich, 30 anos, foram consideradas culpadas pelos crimes de vandalismo motivado por ódio religioso.

Durante a leitura da sentença, que durou mais de duas horas, o tribunal de Moscovo disse mesmo que as três mulheres são culpadas de hooliganismo.

A pena deve ser cumprida num campo de trabalho comunitário, mas as três jovens ficarão detidas. Recorde-se que o procurador russo tinha pedido 3 anos de prisão.

As protagonistas do grupo entraram, em fevereiro, num templo ortodoxo e cantaram uma música anti-Putin.

À porta do tribunal da capital russa centenas de pessoas concentraram-se para apoiar as jovens e várias pessoas acabaram por ser detidas pelas autoridades.

Entre os detidos está o coordenador do partido da oposição Frente de Esquerda.
Os manifestantes pedem a libertação das Pussy Riot.