Última hora

Graffiti é sinónimo de vandalismo na Birmânia

Graffiti é sinónimo de vandalismo na Birmânia
Tamanho do texto Aa Aa

Na Birmânia, os graffiti são ainda uma arte tabu.

Os artistas encaram com otimismo as reformas implementadas pelo governo como a, recente, abolição da censura à imprensa local. Mas lembram que há, ainda, um longo caminho a percorrer para que o processo de democratização se torne realidade.

“Até agora ainda não prenderam artistas, nem colocaram pessoas na prisão. No entanto, muitas tiveram de assinar um papel onde se comprometiam a não voltar a fazer grafites” refere um artista.

Outro adianta: “Podemos ser visto como vândalos, mas não fazemos criações nas escolas, igrejas ou edifícios religiosos. Só utilizamos os espaços degradados.”

Além do governo, também a população têm ainda dificuldade em distinguir arte urbana de vandalismo. Os artistas garantem que esta, é mais uma forma de expressão.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.