Última hora

França prepara descida no preço dos combustíveis

França prepara descida no preço dos combustíveis
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades francesas poderão sacrificar parte dos rendimentos sobre os combustíveis.

O objetivo é aliviar as pressões sobre o poder de compra dos consumidores que enfrentam custos crescentes em áreas como a habitação e produtos de primeira necessidade.

Para a associação nacional de defesa dos consumidores, UFC Que Choisir, o importante é eliminar margens desnecessárias.

“Para nós, o preço justo é o preço de mercado; é o preço que ignora as sobre margens em certos níveis da produção; por exemplo, as sobre-margens da extração e refinação. É o que se passa hoje em dia. Existem muitas margens que é preciso eliminar”, adianta Edouard Barreiro.

Em cada litro de gasolina, o governo cobra 55,8% em taxas, um valor que rende aos cofres do Estado 25 mil milhões de euros ao ano.

O primeiro-ministro, Jean-Marc Ayrault, afirma que se trata de um gesto modesto e provisório mas mesmo assim significativo.

Esta segunda e terça-feiras o ministro das finanças, Pierre Moscovici, reúne-se com representantes do setor afirmando esperar que produtores e distribuidores adiram a este esforço.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.