Última hora

Segunda-feira negra para a Samsung

Segunda-feira negra para a Samsung
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O gigante sul-coreano da eletrónica perdeu pelo menos 7,5% do seu valor bolsista, o equivalente a mais de 12 mil milhões de dólares.

O anúncio surge depois da Apple ter ganho um caso judicial sobre patentes e propriedade intelectual.

Um júri na Califórnia decidiu que a Samsung havia copiado características fundamentais dos modelos da Apple, iPhone e iPad, condenando o fabricante coreano a pagar mais de mil milhões de dólares de indemnização à Apple.

Esta decisão poderá ainda levar à proibição da venda de alguns produtos-chave da Samsung no mercado norte-americano que, a verificar-se, poderá afetar os lucros da empresa no último trimestre do ano.

A Samsung, empresa de tecnologia líder a nível mundial em termos de receita, detém em conjunto com a Apple praticamente 50% do mercado global de smartphones e tablets.

A decisão do tribunal norte-americano dá agora espaço à Microsoft e à Nokia que têm perdido terreno face a outros fabricantes mundiais.

Após as notícias, o fabricante finlandês Nokia viu o seu valor em bolsa subir 6% logo após a abertura dos mercados.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.