Última hora
This content is not available in your region

Merkel não comenta decisão do BCE

Merkel não comenta decisão do BCE
Tamanho do texto Aa Aa

Os juros da dívida, que a Espanha considera demasiado altos e injustos, estiveram no centro da discussão entre a chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy.

O encontro seguiu-se a uma reunião do Banco Central Europeu em que o presidente Mario Draghi anunciou a compra de mais dívida dos países da Eurozona mais necessitados, incluindo a Espanha.

Merkel foi evasiva no comentário: “O BCE age de forma independente e no quadro do mandato que tem. É responsável pela estabilidade monetária e deve introduzir medidas nesse quadro. Já o meu dever, o nosso dever, é de ordem política”.

A reunião em Madrid, entre os dois líderes, serviu para discutir o eventual plano de resgate à Espanha, que pode ir muito para além dos 100 mil milhões de euros prometidos aos bancos.

A Espanha está sob pressão para aceitar um plano de ajuda mais alargado, mas não quer novas medidas de austeridade. O desemprego afeta já um em cada quatro espanhóis.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.