Última hora

Bulgária abre julgamento de 13 salafistas

Bulgária abre julgamento de 13 salafistas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Treze membros de uma organização salafista não reconhecida na Bulgária começaram, esta terça-feira, a ser julgados.

Doze homens e uma mulher são acusados de propagação do islão radical, defesa de uma ideologia antidemocrática e pertença a uma organização não autorizada, a Al Waqf-Al Islami.

Os trezes acusados declararam-se “inocentes” sem darem quaisquer explicações.

Só 50 pessoas foram autorizadas a assistir audiência, por falta de espaço, na sala. Cerca de uma centena de muçulmanos búlgaros foi assim obrigada a aguardar no exterior.

A Al Waqf-Al Islami é uma organização sediada na Holanda, financiada por ultraconservadores da Arábia Saudita e suspeita de ligações à Al-Qaeda.

A organização nega quaisquer atividades criminosas e diz-se caritativa e empenhada na educação.

A segunda audiência está marcada para a próxima semana.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.