Última hora
This content is not available in your region

Editor francês impedido de ceder as fotos da Kate

Editor francês impedido de ceder as fotos da Kate
Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal da cidade francesa de Nanterre decidiu a favor da família real britânica.

O editor da revista Closer foi proibido de ceder as fotografias de kate, a mulher do principe William.

Kate aparece nas fotos com os seios desnudados.

Esta decisão é o resultado de uma ação interposta pelo casal, contra o autor das fotografias, tiradas, em França, durante as recentes férias de verão.

As fotos foram publicadas na sexta-feira, provocando grande alvoroço, nas revistas da especialidade.

Depois da Closer, outras revistas publicaram as fotos.

A justiça francesa decidiu agora com carácter de urgência. O tribunal esperava notificar o editor da revista até às 12 horas, hora local.

O tribunal ordenou ainda uma investigação ao incidente, que foi confiada à Brigada de Repressão da Delinquência contra Pessoas.

Na ação, Kate e William consideram que a obtenção e publicação das fotos configura um atentado à sua vida privada.

Essa é a tese do seu advogado, embora em França haja outros juristas, com opinião diferente. Dizem que não houve invasão da vida privada, nem o assunto é do interesse público.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.