Última hora

Justiça britânica adia extradição de imã radical

Justiça britânica adia extradição de imã radical
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça britânica volta a adiar a extradição para os Estados Unidos do imã radical Abou Hamza, detido desde 2004. O antigo responsável da mesquita de Finsbury Park apresentou um enésimo recurso, desta feita, à última hora, junto do supremo.

O tribunal europeu para os direitos do Homem tinha já dado luz verde à extradição de Hamza, acusado de ter financiado grupos “jihadistas” e de ter participado no sequestro de turistas ocidentais no Iémen.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.