Última hora

Mohammed Morsi "não descansará" até que termine o conflito sírio

Mohammed Morsi "não descansará" até que termine o conflito sírio
Tamanho do texto Aa Aa

O novo Presidente do Egito, Mohammed Morsi na estreia no palco das Nações Unidas abordou o sangrento conflito na Síria que se prolonga há 18 meses, e que os grupos da oposição dizem ter já vitimado 30.000 pessoas. O político islamita referiu que “não descansará” até que termine a guerra civil na Síria.

“O Egito continuará o seu esforço honesto para acabar com a tragédia da Síria num enquadramento árabe, nacional e internacional que proteja a unidade da Síria e que incluia todos os sírios sem quaisquer diferenciações raciais, religiosas ou sectárias e que proteja a Síria de qualquer intervenção estrangeira”, afirmou Mohammed Morsi.

O líder egípcio, eleito em junho, referiu-se à guerra na Síria como uma “tragédia dos nossos tempos” que “todos devemos fazer terminar”, e exortou todos os países a unirem-se aos esforços negociais promovidos pelo Cairo para terminar com o conflito.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.