A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Magistrados manifestam-se em Marrocos

Magistrados manifestam-se em Marrocos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A independência da justiça e a aplicação da nova Constituição. Foram algumas das exigências feitas, este sábado, em Marrocos por centenas de magistrados.

Vestidos a rigor os juízes expressaram em Rabat o descontentamento com a atual situação e admitiram avançar com uma greve geral caso não sejam apresentadas soluções para os problemas.

“Não temos qualquer tipo de proteção ou direitos. Temos um salário miserável e as condições de trabalho são péssimas. Mas acima de tudo não somos autónomos e a autonomia é o mais importante. Lutamos pela independência do sistema judicial” refere uma juíza.

Os juízes em protesto integram o chamado Clube de Magistrados de Marrocos. Um grupo criado em 2011 contra a vontade do Ministério do Interior e apoiado por várias associações de defesa dos Direitos Humanos.