Última hora
This content is not available in your region

Pussy Riot: Tribunal de recurso liberta uma das três ativistas

Pussy Riot: Tribunal de recurso liberta uma das três ativistas
Tamanho do texto Aa Aa

Duas das três Pussy Riot viram confirmadas a pena de dois anos de prisão por um tribunal de segunda instância. A justiça russa ordenou, contudo, a libertação da terceira ativista.

Por ordem do tribunal, Ekaterina Samutsevich – que tinha renunciado ao seu advogado há dez dias – deverá ser imediatamente libertada. As duas companheiras continuam a cumprir a pena.

As três jovens tinham sido consideradas culpadas de vandalismo, motivado pelo ódio religioso. O grupo tinha cantado, em fevereiro, uma “oração punk” anti-Putin, numa catedral.