A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Erdoğan diz ter provas de que avião russo transportava munições

Erdoğan diz ter provas de que avião russo transportava munições
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Turquia diz ter provas de que o avião russo intercetado pela aviação turca transportava material de guerra.

O primeiro-ministro Recep Tayyp Erdoğan contradisse os russos, que negaram que o avião, que se dirigia de Moscovo para Damasco, na Síria, transportasse armas ou material militar.

“O remetente é a agência russa encarregue da produção de munições e armas. São esses os produtos que estão a produzir e a exportar. O destinatário, neste caso, não é uma empresa, mas sim um ministério: o Ministério Sírio da Defesa”, disse o chefe do governo turco.

O embaixador russo na Turquia foi chamado de urgência ao ministério dos Negócios Estrangeiros de Ancara para dar explicações sobre este incidente diplomático, que fez a Rússia entrar na guerra de nervos entre a Turquia e a Síria.

Para o politólogo Soli Özel, este caso faz mossa nas relações entre Moscovo e Ancara: “Penso que estamos a ferir, sem razão nenhuma, as nossas relações com a Rússia. Penso que a Turquia tem inteligência suficiente para não entrar numa guerra. Mas quando entramos nesta escalada, há sempre a possibilidade de derrapar e encontrarmo-nos numa situação que ninguém pode prever”.