Última hora
This content is not available in your region

UE recebe Nobel da Paz de 2012 em plena crise

UE recebe Nobel da Paz de 2012 em plena crise
Tamanho do texto Aa Aa

O Prémio Nobel da Paz de 2012 foi atribuído à União Europeia.

O bloco comunitário viu recompensado o papel pacificador no Velho Continente no rescaldo das grandes guerras do século XX, e num momento particularmente difícil da história dos Vinte e Sete, já que a União Europeia se encontra fragilizada e posta à prova pela crise do Euro.

O presidente do Comité Nobel norueguês, Thorbjorn Jagland, sublinhou que os membros do júri “quiseram focar-se naquilo que veem como o mais importante resultado da União Europeia: a luta bem-sucedida pela paz, pela reconciliação, pela democracia e pelos Direitos Humanos. O papel estabilizador da União Europeia ajudou a transformar a maioria da Europa de um continente marcado pela guerra a um continente de Paz”.

A atribuição do galardão na Noruega – um país que votou por duas vezes “Não” à adesão europeia – constituiu uma surpresa.

O Nobel de 2012 fica ainda marcado por ter sido a primeira vez, em cinquenta anos, que o segredo sobre o vencedor é anunciado antes da hora, já que a televisão pública norueguesa antecipou o nome do premiado, citando fontes próximas do Comité Nobel.

O prémio, de um valor de cerca de um milhão de euros, será entregue a 10 de Dezembro no Instituto Nobel de Oslo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.