Última hora
This content is not available in your region

Eleições locais na Rússia

Eleições locais na Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

Eleições locais da Rússia consideradas um verdadeiro teste para a legislatura de Vladimir Putin depois da última ida às urnas em maio.

Os russos votam este domingo em cerca de 4600 cidade e vilas para eleger 83 governadores regionais.

Este escrútinio tinha sido abolido por Vladimir Putin em 2004, foi depois reposto por Medvidev durante o seu mandanto presidencial.

Nas listas da oposição há quem defenda uma organização local aberta a grupos não politizados.

“Penso que seria necessário organizar grupos que se auto administrassem, por exemplo estruturas que defessem o interesse das florestas, e que esses grupos tivessem poder através da ação pela capacidade de mobilizar pessoas, deviam ter acesso ao poder e provocar uma mudança a partir de baixo”.

Destas eleições deverão sair cinco dos mais influentes governadores do país todos apoiados pelo Kremlin que foi nos últimos anos o responsável pela nomeação direta dos representantes do governo central.

Este analista defende que “desde a últimas eleições a Rússia tem seguido um movimento de mudança e a maioria das pessoas manifesta esse desejo de transformação apesar de tudo o que tem sido feito para a evitar. Mas o que agora é mais importante é que esse desejo está a agora a contaminar também as autoridades”.

Os analistas preveem que a maioria dos vencedores sejam candidatos apoiados pela estrutura do atual poder.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.