A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Hungria: Minoria cigana marcha contra a extrema-direita

Hungria: Minoria cigana marcha contra a extrema-direita
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os ciganos saíram à rua em protesto contra a extrema-direita na Hungria. Trata-se da maior concentração desde há muitos anos. Seis centenas de elementos da comunidade Roma de Miskolc, no leste do país, desfilaram em repúdio contra uma manifestação do partido Jobbik que iria decorrer horas mais tarde. Para os organizadores a marcha é uma demonstração de unidade rara no seio da minoria húngara. O cortejo esteve rodeado de importantes medidas de segurança. As autoridades permitiram a manifestação desde que terminasse antes do início da marcha dos apoiantes da extrema-direita.

O desfile do Jobbik reuniu meio milhar de pessoas. O partido tem 45 deputados entre os 386 parlamentares da assembleia nacional. A extrema-direita acusa a comunidade Roma de ser responsável por grande parte da criminalidade no país. A Hungria tem cerca de dez milhões de habitantes, perto de um décimo pertence à minoria cigana. As manifestações desta quarta-feira revelam um aumento da tensão no país entre a extrema-direita e a comunidade Roma.