Última hora

Última hora

Mais medidas de austeridade para os gregos

Em leitura:

Mais medidas de austeridade para os gregos

Mais medidas de austeridade para os gregos
Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia e seus credores internacionais concordaram sobre a maior parte das medidas necessárias para Atenas desbloquear mais ajuda para o país.

O Governo de coligação liderado por Antonis Samaras negocia com novas medidas de austeridade, e novos cortes e economias para poder receber a próxima parcela do programa de resgate.

A troika exige a eliminação dos aumentos salariais ligados à antiguidade, a redução à metade das indemnizações por demissão e a ampliação dos dias úteis de cinco a seis por semana, o que o Governo e os partidos da coligação rejeitam.

As discussões sobre os pontos ainda em aberto vão continuar a um nível mais técnico, mas a Comissão diz esperar que um acordo final seja alcançado “nos próximos dias”, acrescentando que as questões financeiras serão discutidas entre os credores oficiais e Atenas.

Atenas prometeu que vai cumprir as reformas acordadas com os parceiros europeus, para que o país não seja “o elo mais fraco da União Europeia.

A Grécia aguarda uma tranche de 31,5 mil milhões de euros, cujo desembolso está bloqueado desde Junho pelos seus credores internacionais.