Última hora
This content is not available in your region

Mercados europeus em sintonia com previsões negativas

Mercados europeus em sintonia com previsões negativas
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de abrirem em terreno positivo, a reboque da reeleição de Obama nos Estados unidos, os mercados europeus rapidamente perderam fulgor com as previsões negativas para a economia do Velho Continente no próximo ano.

As principais praças europeias fecharam com perdas a rondar entre os 0,73 % de Madrid e os 2.02 % de Frankfurt. Lisboa, em particular, fechou a cair 1,05 %, com a Jerónimo Martins e a Mota Engil a serem as únicas cotadas em terreno positivo.

A economia europeia é ainda mais incerta face ao futuro imediato dos Estados Unidos, como nos diz um porta!voz do banco alemão AG. “Estamos muito otimistas quanto ao futuro próximo. Mas a longo prazo, temos de encarar o facto de que ainda falta resolver o precipício fiscal americano. Um acordo que está a ameaçar os mercados”, afirmou Oliver Roth.

Wall Street, por sua vez, abriu em queda depois do fecho positivo de terça-feira. O índice Dow Jones e o Nasdaq já ultrapassavam os 2,7 pontos negativos cerca de duas horas após a abertura.

A previsão negativa sobre a economia na Europa em 2013, mas sobretudo a incerteza sobre o orçamento norte-americano, estão a influenciar os investidores.