Última hora

Mercados europeus em sintonia com previsões negativas

Mercados europeus em sintonia com previsões negativas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de abrirem em terreno positivo, a reboque da reeleição de Obama nos Estados unidos, os mercados europeus rapidamente perderam fulgor com as previsões negativas para a economia do Velho Continente no próximo ano.

As principais praças europeias fecharam com perdas a rondar entre os 0,73 % de Madrid e os 2.02 % de Frankfurt. Lisboa, em particular, fechou a cair 1,05 %, com a Jerónimo Martins e a Mota Engil a serem as únicas cotadas em terreno positivo.

A economia europeia é ainda mais incerta face ao futuro imediato dos Estados Unidos, como nos diz um porta!voz do banco alemão AG. “Estamos muito otimistas quanto ao futuro próximo. Mas a longo prazo, temos de encarar o facto de que ainda falta resolver o precipício fiscal americano. Um acordo que está a ameaçar os mercados”, afirmou Oliver Roth.

Wall Street, por sua vez, abriu em queda depois do fecho positivo de terça-feira. O índice Dow Jones e o Nasdaq já ultrapassavam os 2,7 pontos negativos cerca de duas horas após a abertura.

A previsão negativa sobre a economia na Europa em 2013, mas sobretudo a incerteza sobre o orçamento norte-americano, estão a influenciar os investidores.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.