Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Terror regressa a Telavive com bomba em autocarro

Terror regressa a Telavive com bomba em autocarro
Tamanho do texto Aa Aa

Um autocarro explodiu no centro de Telavive e fez pelo menos dez feridos, dos quais três em estado grave, segundo os socorros.

A polícia israelita não tem dúvidas de que se trata de um ataque terrorista, certamente uma retaliação pelos recentes ataques à Faixa de Gaza, que vão já no oitavo dia.

O ataque de hoje é uma mudança de tática por parte das forças palestinianas, que tinham deixado este tipo de atentados há seis anos. Desde 2006 que a capital comercial e económica de Israel não era palco de um atentado à bomba.


View Larger Map

Ao contrário dos anteriores ataques, este não foi um atentado suicida. O bombista deixou uma mala carregada de explosivos no autocarro antes de sair e está a ser procurado pela polícia.

O Hamas não reivindicou, mas congratulou-se pelo ataque, na voz de um dos dirigentes, Sami Abu Zuhri, que disse que o Hamas “abençoa este ataque de mártires, que é uma reação natural aos bombardeamentos de Israel a Gaza”, nomeadamente o que matou vários membros da família Dalu, incluindo crianças.

Abu Zuhri disse ainda que o Hamas apoia a continuação deste tipo de ataques, enquanto durar a ofensiva de Israel.

Este último atentado foi festejado nas ruas de Gaza com o disparo de tiros para o ar, segundo testemunhos.