Última hora

Calotes polares atingem volume mínimo de sempre

Calotes polares atingem volume mínimo de sempre
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial da Meteorologia (OMM) deu o alerta: as calotes polares estão a derreter a um ritmo inquietante.

Este é um dos temas mais importantes para quem estuda as mudanças climáticas e uma ameaça ao equilíbrio do planeta. Este ano, o gelo polar derreteu até ao volume mais baixo de sempre. É um dos temas em estudo na cimeira do clima, que está a decorrer em Doha, no Qatar: “A nossa mensagem é que esta tendência está não só a continuar, como a aumentar, no que toca ao derretimento do gelo ártico. Isto está ligado a alterações mais alargadas na temperatura”, diz Michel Jarraud, secretário-geral da OMM.

O aquecimento global, com uma subida das temperaturas médias nos últimos anos e as ondas de calor que se verificam todos os verões, é um dos efeitos mais visíveis da mudança climática, tal como as tempestades tropicais e outras catástrofes.

Os cientistas são praticamente unânimes ao dizer que a mudança climática é fruto, sobretudo, da ação do homem.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.