Última hora
This content is not available in your region

Rebeldes do Congo deixam Goma

Rebeldes do Congo deixam Goma
Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes da República Democrática do Congo começaram a retirar de Goma, segundo a ONU, e estão agora concentrados a norte desta cidade do leste do país. Era uma medida pedida pelo governo de Kinshasa para que as negociações de paz começassem. Os rebeldes do M23 continuam a ocupar Sake, a 30 quilómetros de Goma, e o aeroporto.

O conflito no antigo Zaire e nos países vizinhos dura há quase 20 anos e já matou perto de cinco milhões de pessoas.

O governo está cético em relação a esta anunciada retirada dos rebeldes: “Mesmo se esta retirada foi anunciada há algumas horas, o governo está à espera de ver os efeitos, porque o M23 e quem os apoia tem-nos habituado a táticas de desvio e promessas por cumprir”, diz o porta-voz do governo, Lambert Mende.

Para que o conflito possa ser resolvido, a ONU insiste na criação de uma zona neutra de 20 quilómetros e do envio de uma força internacional para estabilizar a região.