Última hora

Sérvios contestam decisão do TPI-J

Sérvios contestam decisão do TPI-J
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os ânimos incendiaram-se nas ruas de Belgrado depois de o Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia ter absolvido, pela segunda vez, o antigo primeiro-ministro do Kosovo, Ramush Haradinaj.

O veredito foi conhecido esta quinta-feira, duas semanas depois de, também, dois generais croatas acusados de crimes de guerra terem sido ilibados.

População e governo questionam a imparcialidade do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia.

“A Sérvia está chocada com a absolvição de Haradinaj. Esta decisão não contribuiu para a paz, nem para a estabilidade da região, mas de certa forma já estavamos à espera desta decisão porque sabemos como funciona o Tribunal em Haia” afirma o vice primeiro-ministro sérvio.

O antigo comandante do Exército de Libertação do Kosovo, ontem ilibado, era acusado de ter assassinado e torturado sérvios durante a guerra da independência, entre 1998 e 1999.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.