Última hora

Última hora

Refugiados congoleses atacados por homens armados

Em leitura:

Refugiados congoleses atacados por homens armados

Refugiados congoleses atacados por homens armados
Tamanho do texto Aa Aa

Este campo de refugiados congoleses foi atacado na última noite por homens armados.

Os agressores não foram identificados, mas a hipótese dos autores serem os rebeldes do M23 não foi posta de parte.

Os homens levaram alimentos, roupa, dinheiro e terão, ainda, violado seis mulheres.

No campo de refugiados de Mugunga 3, situado a 10 quilómetros de Goma, vivem atualmente cerca de 30 mil pessoas. Um número que praticamente duplicou desde meados de novembro, altura em que os rebeldes rumaram em direção à cidade, capital da província do Norte Kivu na República Democrática do Congo.

O ataque ocorreu poucas horas depois dos homens do M23 terem abandonado Goma. A retirada mediada pelos países da região dos Grandes Lagos foi aceite pela rebelião em troca da abertura das negociações com o presidente congolês.