Última hora
This content is not available in your region

Barroso avisa Berlusconi para pensar na "estabilidade" italiana

Barroso avisa Berlusconi para pensar na "estabilidade" italiana
Tamanho do texto Aa Aa

A política italiana fez tremer os parceiros europeus, durante uma semana em que o nome Silvio Berlusconi voltou a ecoar de forma bem sonora. E, como não podia deixar de ser, esse foi o tema que dominou o encontro entre Durão Barroso e Mario Monti, em Bruxelas.

O presidente da Comissão Europeia revelou que falou por telefone com Berlusconi, pedindo-lhe para medir bem os seus próximos passos: “sublinhei a importância da estabilidade italiana e a necessidade de manter o país no caminho das reformas. É de uma importância crítica para Itália, mas também para a União Europeia”.

Já Monti preferiu não se manifestar diretamente sobre o assunto: “qualquer que seja o desfecho das eleições em Itália, o próximo governo seguirá a linha tradicional de apoio à integração europeia”.

Também Il Cavaliere compareceu, de surpresa, em Bruxelas, para a reunião de líderes do Partido Popular Europeu. No último dos anúncios inesperados que tem feito, Berlusconi declarou que não concorre às legislativas italianas, caso Monti se apresente como o candidato de uma coligação centro-direita. Um cenário que não foi comentado pelo atual primeiro-ministro de Itália.