A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Referendo egípcio em reta final após noite de confrontos

Referendo egípcio em reta final após noite de confrontos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

São cerca de 25 milhões de egípcios, aproximadamente metade dos eleitores, que são chamados hoje a pronunciar-se sobre o projeto de Constituição defendido pelo presidente Mohammed Morsi.

A segunda etapa do referendo estende-se por 17 circunscrições, a maior parte das quais tendencialmente favorável à Irmandade Muçulmana, o que pode corresponder a um reforço do “sim”, creditado com uma vitória, na primeira ronda, na ordem dos 57%.

O esboço da nova Constituição divide profundamente o Egito e constitui um verdadeiro teste para Morsi. Apoiantes e opositores do presidente voltaram a defrontar-se, ontem, em Alexandria. Os confrontos fizeram várias dezenas de feridos.

Entre os que defendem o projeto do texto fundamental, argumenta-se que o país necessita finalmente de um enquadramento institucional para alcançar a estabilidade. Mas os detratores denunciam uma derivação islamista, castradora dos direitos das minorias.