A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Novos confrontos em Belfast

Novos confrontos em Belfast
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A bandeira britânica continua a incendiar os ânimos em Belfast. Este sábado, a capital da Irlanda do Norte voltou a ser palco de confrontos, pelo terceiro dia consecutivo.

Uma manifestação de cerca de um milhar de pessoas, frente à câmara municipal da cidade, decorria de forma pacífica, até que uma centena de manifestantes atacou a polícia.

As forças da ordem foram alvo de arremesso de garrafas, tijolos e mesmo cocktails molotov. A polícia ripostou com canhões de água.

Três pessoas foram detidas, incluindo, um homem, de 38 anos, suspeito de ter disparado tiros contra a polícia. Uma tentativa de assassínio que está a ser investigada.

Desde que a autarquia de Belfast decidiu, no princípio de dezembro, arrear a bandeira do Reino Unido da sede camarária, para hasteá-la apenas em dias especiais, que as manifestações se sucedem quase diariamente na capital da nação britânica.

Para os unionistas, a decisão é inadmissível. Para os nacionalistas, é uma forma de manter a “neutralidade”, numa cidade dividida.