Última hora
This content is not available in your region

Supremo Tribunal autoriza adiamento da tomada de posse de Chávez

Supremo Tribunal autoriza adiamento da tomada de posse de Chávez
Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela considera que a ausência de Hugo Chávez não é um problema para a estabilidade institucional do país e que pode tomar posse mais tarde. A tomada de posse do presidente reeleito estava agendada para esta quinta-feira. Mas a intervenção cirúrgica a que foi submetido há quase um mês e a infeção pulmonar severa que teve em seguida retêm-no em Cuba.

“Apesar de no próximo dia 10 de janeiro ter início um novo período constitucional, não é necessária uma nova tomada de posse em relação ao presidente Hugo Chávez devido à sua condição de presidente reeleito” – explicou a presidente do supremo tribunal, Luisa Estella Morales

Os magistrados consideraram igualmente que o executivo pode permanecer em funções sob o princípio da “continuidade administrativa”. A oposição discorda desta desta decisão do tribunal que vem reafirmar a tese do governo. A principal coligação da oposição enviou esta semana uma carta à Organização de Estados Americanos (OEA) para denunciar um risco de “violação da ordem constitucional”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.