A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Sirenes para marcar primeiro aniversário do naufrágio do Costa Concordia

Sirenes para marcar primeiro aniversário do naufrágio do Costa Concordia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Sirenes em uníssono pelas vítimas do naufrágio do Costa Concordia.

O momento, às 20h45 minutos deste domingo, hora de Lisboa, marcou exatamente um ano desde que o navio encalhou junto à ilha italiana de Giglio.

Autoridades da localidade toscana e familiares das 32 pessoas que perderam a vida no naufrágio assinalaram ontem o primeiro aniversário da tragédia.

No porto de Giglio, foi colocada uma placa com os nomes de todas as vítimas.

Um ano depois, o barco continua encalhado e as operações de desmantelamento avançam lentamente e ultrapassam largamente os custos inicialmente previstos.

Entre os familiares das vítimas presentes, a irmã de um tripulante que perdeu a vida há um ano explica que “é muito importante [assinalar a data], sobretudo para a mãe que ainda não tinha tido a oportunidade de deslocar-se ao local”.

O julgamento também continua pendente. Entre as dez pessoas que se sentarão no banco dos réus, o principal acusado – o capitão Francesco Schettino – continua a negar responsabilidades pelo naufrágio.