A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

UE acelera missão de treino militar no Mali

UE acelera missão de treino militar no Mali
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros dos Negócios Estrangeiros europeus vão reunir-se num conselho especial sobre a crise no Mali, esta semana, em Bruxelas. A UE decidiu acelerar os preparativos para enviar uma missão de treino militar, composta por cerca de 200 instrutores e 200 funcionários de apoio.

O porta-voz da Comissão Europeia, Michael Mann disse que “a missão será lançada provavelmente em meados de fevereiro ou início de março. A situação no terreno mudou, mas é muito importante dar um bom treino às forças armadas do Mali”.

Uma analista do Grupo de Pesquisa e Informação sobre a Paz e a Segurança, sedeado em Bruxelas, realça a urgência em redimensionar a missão face aos desafios colocados pelos rebeldes islamistas.

“Tendo em conta que as forças armadas do Mali já se encontram em pleno combate, recebendo apoio das forças francesas, é preciso analisar que batalhões vão receber esta formação da UE. É preciso colocar no terreno um programa de curto prazo e rever o tipo de treino a ser fornecido, para que os militares estejam rapidamente operacionais e possam, inclusivé, realizar combates de alta intensidade”, explicou Bérangère Rouppert.

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van
Rompuy, defendeu que é “urgente parar” os “terroristas” e “grupos rebeldes” que lançaram uma nova ofensiva no Mali.