A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Devastador ataque contra universidade mata estudantes e deslocados

Devastador ataque contra universidade mata estudantes e deslocados
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi um dos ataques mais devastadores em 22 meses de uma sangrenta guerra civil. Uma dupla explosão na Universidade de Alepo, na Síria, provocou a morte a pelo menos 80 pessoas e o ferimento em outras 160. Um balanço ainda provisório.

Era o primeiro dia dos exames trimestrais. As faculdades de belas-artes e arquitetura daquela que outrora foi uma próspera cidade comercial ficaram severamente danificadas.

Desconhecida é ainda a autoria do ataque que vitimou na maioria estudantes e deslocados que se encontravam no recinto.

Os rebeldes sírios afirmam que aviões do governo dispararam contra a universidade. Fontes oficiais garantem ter sido a uma ação de terroristas, termo para designar os rebeldes, através de “rockets”.

Aleppo é a segunda cidade mais importante do país e a mais populosa.