Última hora

Eutanásia para gémeos a caminho da cegueira

Eutanásia para gémeos a caminho da cegueira
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Está reaberto o debate sobre a eutanásia na Bélgica. Um hospital de Bruxelas ajudou a morrer dois gémeos que não suportavam a ideia de não poder voltar a comunicar um com o outro. Morreram por injeção letal.

Marc e Eddy Verbessen nasceram surdos, sempre viveram juntos. Tinham a mesma profissão, eram sapateiros, e ajudavam-se nas tarefas diárias.

Há dois anos foram informados de que iam ficar cegos. As más formações na coluna, as operações ao coração e o glaucoma progressivo de que sofriam, além da surdez, iam torná-los mais dependentes. Iam ficar impedidos de comunicar e podiam eventualmente ser separados.

Depois de muito tentar, convenceram os médicos. Até mesmo a família acabou por apoiá-los. Morreram em dezembro.

A Bélgica legalizou a eutanásia em 2002 e o número de casos tem vindo a aumentar desde então.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.