Última hora
This content is not available in your region

FMI baixa previsões de crescimento da economia mundial

FMI baixa previsões de crescimento da economia mundial
Tamanho do texto Aa Aa

A zona euro caminha para o segundo ano consecutivo de recessão em 2013, o que pesa sobre as perspetivas de crescimento da economia mundial reveladas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

A instituição estima que a economia mundial cresça 3,5% este ano, impulsionada pelo forte desempenho dos países emergentes, mas é uma 0,1% menos do que na previsão de outubro.

Segundo o FMI, os Estados Unidos vão crescer 2%, mas devem evitar cortes excessivos do défice para não penalizar a frágil retoma.

O Japão deverá crescer 1,2% e o Reino Unido 1%. Já para a zona euro, o FMI espera um segundo ano de recessão, com uma contração de 0,2%, quando em outubro apontava para um crescimento de 0,2%.

O FMI justifica o corte nas previsões com a contração das economias periféricas que se revelou superior ao esperado e atinge as grandes economias. É o caso da Alemanha, que deverá crescer 0,6%, menos três décimas do que a estimativa precedente.

O ponto de viragem na zona euro será em 2014. Espera-se então um crescimento de 1%.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.