A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Portugal regressa ao mercado em grande pompa

Portugal regressa ao mercado em grande pompa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi mais cedo do que previsto e em grande pompa que Portugal regressou ao mercado. Pela primeira vez desde fevereiro de 2011, o governo emitiu dívida sindicada a cinco anos.

Lisboa pretendia colocar no mercado primário dois mil milhões de euros, mas, devido ao forte interesse dos investidores, subiu o valor para 2,5 mil milhões. A procura ascendeu a 10 mil milhões de euros.

A secretária de Estado do Tesouro, Maria Luis Albuquerque, confirma que a taxa de juro se ficou nos 4, 891 por cento, bem abaixo dos mais de 6% de há dois anos.

Noventa e três por cento da dívida foi colocada no estrangeiro, maioritariamente nos Estados Unidos e no Reino Unido que, juntos, compraram 60% dos títulos.

No mercado secundário, as “yields” dos títulos a cinco anos caíram para os 4,8% e no caso das obrigações a 10 anos as taxas estão em mínimos de 2010.