Última hora
This content is not available in your region

Azerbaijão vive vaga inédita de protestos

Azerbaijão vive vaga inédita de protestos
Tamanho do texto Aa Aa

Num país muito pouco habituado a manifestações, a que decorreu este sábado, no centro de Baku, a capital do Azerbaijão, foi rapidamente desmantelada pela polícia.

Cerca de 40 ativistas foram detidos por protestarem contra o que chamam de “opressão” por parte do presidente Ilham Aliyev e contra a corrupção que continua a agravar o fosso entre ricos e pobres, num país que abastece a Europa de petróleo e de gás natural. Muitos grupos de direitos humanos denunciam constantes atropelos cometidos pelo governo de Aliyev.

O ajuntamento também se destinava a apoiar os participantes de um outro protesto que aconteceu na passada quarta-feira, na cidade de Ismaili, a norte de Baku. Um incidente envolvendo um empresário local degenerou em violência entre centenas de habitantes e as autoridades. Um hotel e vários veículos foram incendiados.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.