Última hora

Confrontos no Egipto apesar de recolher obrigatório

Confrontos no Egipto apesar de recolher obrigatório
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar do recolher obrigatório, os protestos continuam no Egipto pela segunda noite consecutiva.

A oposição desafia o governo principalmente nas cidades de Port Said, Ismailia e Suez.

Ontem, o presidente Mohamed Morsi ofereceu a possibilidade de diálogo para tentar resolver o impasse, mas a oposição, pela voz de Mohammed el Baradei, rejeitou a proposta.

SOT

“O diálogo a que o presidente apelou, ontem à noite, é um ato cosmético, nada substancial.”

As agências de notícias indicam que pelo menos 50 pessoas morreram na sequência de confrontos com a polícia.

A maior parte em Port Said e em Suez.

O recolher obrigatório foi decretado entre as 9 da noite e as seis da manhã. Está também decretado o estado de emergência por trinta dias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.