A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Pancadaria em frente ao ministério do Trabalho grego

Pancadaria em frente ao ministério do Trabalho grego
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A intervenção da polícia grega para retirar membros do Partido Comunista entrincheirados no ministério do Trabalho resultou em violentos confrontos com manifestantes nas ruas de Atenas.

Cerca de 300 pessoas apoiaram o grupo que ocupou o edifício governamental em protesto contra projetos de reforma nas pensões e no sistema contributivo. As recentes declarações do ministro do Trabalho, Gannis Vroutsis, sobre um alegado sistema corrupto na segurança social terão servido de rastilho.

Quatro dezenas de pessoas foram detidas. Dois manifestantes sofreram ferimentos.

As forças da ordem foram alvo das críticas de quem esteve nas ruas em protesto.

“Eles apoiam os interesses da oligarquia. Querem matar-nos. Todos os dias espancam-nos. Vejam bem o regime que aqui temos”, referiu um manifestante.