A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

China pára fábricas para tentar diminuir nuvem de poluição em Pequim

China pára fábricas para tentar diminuir nuvem de poluição em Pequim
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo chinês foi obrigado a suspender o funcionamento de mais de uma centena de fábricas, na região de Pequim, para tentar diminuir a nuvem de poluição que afeta a capital desde há vários dias.

Segundo os Media locais, que apelam o governo a uma maior transparência sobre a situação, o número de hospitalizações por problemas respiratórios terá aumentado em flecha nos últimos dias.

Cerca de 800 milhões de pessoas serão afetadas pela espessa nuvem de poluição que levou as autoridades a suspender vários voos e mesmo algumas estradas da região da capital.

Apesar das chuvas das últimas horas o nível de alerta de poluição continua elevadom depois de ter atingido as 900 microgramas por metro cúbico – 36 vezes acima do nível considerado perigoso pela Organização Mundial de Saúde.