Última hora
This content is not available in your region

Antigo rei do Camboja cremado em Phnom Penh

Antigo rei do Camboja cremado em Phnom Penh
Tamanho do texto Aa Aa

O corpo do antigo rei do Camboja, Norodom Sihanouk, foi cremado esta segunda-feira na capital Phnom Penh.

O crematório foi construído para a ocasião, num parque próximo do palácio real, e apenas os convidados oficiais foram autorizados a entrar no local.

Entre os presentes contavam-se vários chefes de governo asiáticos, o príncipe Akishino do Japão e o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault.

Antigo primeiro-ministro, chefe de Estado e monarca, Sihanouk acompanhou os destinos do Camboja durante toda a segunda metade do século XX, da independência à guerra civil, passando pela “época dourada” dos anos 50 e 60 e pelo regime do Khmer Vermelho.

O antigo rei faleceu a 15 de outubro do ano passado em Pequim, depois de intensos tratamentos para combate o cancro, diabetes e hipertensão.

A população acompanhou a cerimónia do exterior. Dezenas de milhares de pessoas saíram à rua em Phnom Penh para dizer um último adeus a Sihanouk.