Última hora
This content is not available in your region

Líderes iniciaram duro debate sobre orçamento da UE

Líderes iniciaram duro debate sobre orçamento da UE
Tamanho do texto Aa Aa

Alemanha, Reino Unido e França são o triunvirato decisivo na negociação do orçamento da UE para os próximos sete anos.

A cimeira, que se inicia esta quinta-feira, em Bruxelas, está marcada por fortes divisões sobre o montante global e a distribuição das verbas.

Mas Alexander Stubb, um governante da Finlândia, acredita que haverá fumo branco: “Nunca se sabe como estas cimeiras correm. Algo inesperado pode acontecer, alguém pode ficar frustrado ou fazer um bloqueio; mas penso que já é tempo de chegar a acordo sobre este orçamento que no final das contas representa apenas 1% da riqueza criada em toda a UE”.

Os países do leste e do sul, como Portugal, pedem mais investimento para enfrentar a crise. Já os países do norte querem austeridade de forma a evitarem contribuir com mais dinheiro do que já fazem.

O analista do centro de estudos Bruegel, Andre Sapir, explica que ““tudo como antes” podia ser o nome deste jogo, já que se fazem pequenas alterações de forma a que cada líder regresse ao seu país a cantar vitória, seja pelo valor final do orçamento, seja pelo quinhão que obtiveram e de onde virá esse dinheiro”.