A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Moscovo nega violação do espaço aéreo do Japão

Moscovo nega violação do espaço aéreo do Japão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo nega ter violado o espaço aéreo japonês. O Ministério da Defesa garante que a aviação russa realizou voos previstos sobre as águas do Mar do Japão no respeito da lei.

Segundo Tóquio, a entrada das aeronaves russas no espaço japonês da ilha de Hokkaido aconteceu minutos depois de o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometer publicamente dialogar com a Rússia sobre o futuro das Ilhas Curilas.

Esta quinta-feira, o Japão celebra o Dia dos Territórios do Norte que, segundo Tóquio, incluem quatro das 56 ilhas daquele arquipélago.

Todos os anos, nesta data, os ativistas japoneses de extrema-direita saem à rua e marcham até à embaixada russa para reclamarem a soberania das ilhas em poder de Moscovo desde a Segunda Guerra Mundial.

Quando então a União Soviética invadiu o arquipélago, rico em recursos piscícolas e minerais, 17 mil mil japoneses foram expulsos das suas terras. Tóquio continua a considerar que quatro das ilhas deste arco insular lhe pertencem.