Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Tunísia: partido do presidente abandona coligação

Tunísia: partido do presidente abandona coligação
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O partido laico do presidente Moncef Marzouki decidiu abandonar o governo em pleno tumulto político na Tunísia.

O Congresso para a República anunciou a retirada dos seus três ministros da coligação liderada pelos islamitas do Ennahda.

A formação de Marzouki exigia a substituição dos ministros dos Negócios Estrangeiros e da Justiça.

Um duro golpe para o executivo liderado por Hamadi Jebali, que enfrenta grande contestação popular desde o assassinato, na quarta-feira, do líder da oposição laica Chokri Belaid.

Seis mil apoiantes do Ennahda saíram ontem à rua na capital para demonstrar o apoio ao partido governante. A manifestação ficou no entanto muito aquém da mobilização popular, na véspera, por ocasião do funeral de Belaid.

Depois de apontar o dedo ao Ennahda, que negou responsabilidades, a viúva do opositor laico pediu ao governo proteção para a família.