Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Mali: islamitas lançam ações de guerrilha urbana em Gao

Mali: islamitas lançam ações de guerrilha urbana em Gao
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade malinesa de Gao foi palco este domingo do primeiro ataque de guerrilha urbana na localidade, desde a tomada das forças franco-malinesas.

Um grupo de várias dezenas de combatentes do grupo islamita-tuaregue MUJAO (Movimento para a unicidade e Jihad na África Ocidental) atacou a esquadra central da cidade e antigo comando da polícia islâmica dos combatentes.

Trata-se do terceiro ataque do género num fim de semana marcado por dois atentados contra as forças malinesas, um dos quais levado a cabo por um suicida.

O Mujao reivindicou os ataques num comunicado em que afirma que “os combates vão prosseguir até à vitória. Os mujaidines (combatentes islâmicos) estão em Gao e vão permanecer na cidade”.

Uma instabilidade que ameaça a operação francesa no terreno, quando Paris quer retirar as suas tropas antes de Março.

O ministro dos Negócios estrangeiros francês Laurent Fabius reconheceu esta noite que a situação ainda não está sob controlo em Gao, rejeitando no entanto a possibilidade do conflito se arrastar.

Depois de terem retomado a maioria das cidades no Norte do Mali, as tropas francesas e malinesas tentam agora atingir o bastião dos islamitas, na zona montanhosa de Kidal.

Os três grupos armados (AQMI, MUJAO, Ansar-Dine), com ligações à Al-Qaida, afirmaram já que pretendem resistir aos avanços das tropas ocidentais no país.