Última hora
This content is not available in your region

Detido suspeito de implicação no atentado na Turquia

Detido suspeito de implicação no atentado na Turquia
Tamanho do texto Aa Aa

Um detido e inúmeras pessoas interrogadas por suspeita de envolvimento no atentado de terça-feira na fronteira da Turquia com a Síria que provocou pelo menos 14 mortos e vários feridos. De acordo com a imprensa turca, um taxista terá ficado em prisão preventiva.

O primeiro-ministro turco diz não ter dúvidas quanto à motivação do ataque: envolver diretamente a Turquia na guerra civil.

“Não há quaisquer dúvidas. Se isto acontece dentro da Turquia, é para a envolver, para a provocar. Não temos dúvidas quanto a isso. Não estamos intimidados mas queremos ter a certeza que todos os detalhes são esclarecidos. Vamos depois dar todos os passos necessários para que este crime não fique por pagar”, declarou Recep Tahiip Erdogan.

A autoria ainda é desconhecida, todas as hipóteses estão em aberto. As forças leais a Assad terão o interesse em eliminar dissidentes refugiados em solo turco, os grupos opositores sírios ganhariam com o envolvimento direto da Turquia no conflito contra Damasco.