Última hora
This content is not available in your region

Empresa que vendia cavalo por vaca ficou com actividade suspensa

Empresa que vendia cavalo por vaca ficou com actividade suspensa
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades francesas investigam a empresa Spanghero para desmontar o esquema da maior fraude económica dos últimos tempos na Europa.

Esta empresa francesa rotulava carne de cavalo como sendo de vaca e sabia que se destinava à confecção de lasanhas da Findus. Na sequência da investigação a Spanghero ficou com a actividade suspensa, mas diz que a medida é exagerada.

“ Vendemos carne de vaca e compramos carne de vaca. É claro que há coisas que nos escaparam e há agora responsabilidades que temos de assumir, estou de acordo, mas retirarem-nos a licença significa matar a empresa, é desproporcional.”

Mais de 4,5 milhões de refeições terão sido preparadas com esta carne e vendidas em pelo menos 13 países europeus. A Spanghero poderá vir a ser sancionada com multas de 37.500 euros para as pessoas físicas e 187.500 euros para a sociedade.

O fundador Laurent Spanghero teme a derrocada de 40 anos de trabalho.

“ Quando se dirige uma empresa durante 40 anos e vemos tudo o que fizemos desmoronar-se por causa de um asneira, erros que não fazem sentido, é terrível! Os meus irmãos lutaram arduamente todos este anos em todo mundo para defender as cores da França. Os meus filhos e netos o que vão ouvir amanhã na rua “É um Spanghero”. Consegue perceber o que está a acontecer-nos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.