A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Economias da OCDE contraíram no final de 2012

Economias da OCDE contraíram no final de 2012
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As economias da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) viveram um final de 2012 difícil. Segundo a instituição, no quarto trimestre, o PIB do conjunto das maiores economias contraiu pela primeira vez desde 2009 e a queda foi particularmente acentuada na Europa.

No conjunto da organização, o PIB recuou 0,2% face ao trimestre precedente.

Já a zona euro registou o pior desempenho mundial. A contração atingiu os 0,6%, sob pressão do fraco desempenho das economias italiana, alemã e francesa.

No caso do Japão o PIB contraiu 0,1%, menos do que no trimestre anterior, e nos Estados Unidos estagnou.

Segundo a OCDE, a economia francesa contraiu 0,3% no final de 2012 e o presidente François Hollande teve de reconhecer, agora, que as previsões económicas para este ano são irrealistas. Paris evocava um crescimento de 0,8%, mas agora diz que será metade no melhor dos casos.

O governo já tinha reconhecido que não vai cumprir as metas de défice fixadas este ano, alimentando as especulações em torno da segunda maior economia da zona euro.